Lançamento: Microsoft Hyper-V Server 2008 R2 SP1

Publicado: 12 de abril de 2011 em Dynamic Memory, Hyper-V, Microsoft Hyper-V Server, RemoteFX, SP1, VDI, Windows Server 2008 R2

Salve, Galera!

Tudo bem?

Como diz o título do post, a Microsoft acabou de lançar publicamente a sua versão gratuita do seu sistema operacional para virtualização com as funcionalidades do Service Pack 1 que, até então, só estavam disponíveis para o Hyper-V quando executado no Windows Server 2008 R2.

Para quem não conhece, o Hyper-V Server é um sistema operacional gratuito lançado pela Microsoft que dá ao administrador uma ferramenta robusta para virtualizar os seus Workloads de forma gratuita. Ou seja, este produto está na mesma categoria de outros produtos tais como, Vmware ESXi, Xen Server etc.

Para competir a Microsoft entrega junto com o Hyper-V Server os seguintes recursos gratuitamente:

  • Live Migration
  • Alta disponibilidade com Failover Clustering
  • Cluster Shared Volumes
  • Produto preparado para trabalhar com redes 10 Gb/E
  • Modo de compatibilidade do processador
  • Escalabilidade avançada

Estes são apenas alguns dos recursos que podemos citar. O produto realmente é muito bom e você deve testar se pretende utilizar uma plataforma de virtualização gratuita no seu ambiente.

Com o lançamento do Service Pack 1 para este produto, o mesmo pode contar também com duas excelentes features presentes no Hyper-V existente no Windows Server 2008 R2. Os dois recursos são:

  • Dynamic Memory
  • Remote FX

Falando de forma bem resumida, o Dynamic Memory permite que a memória física presente no host de virtualização seja aproveitada de maneira mais inteligente. Basicamente é aplicada a ideia da “sacola com o tamanho certo” para o seu Workload. Assim, se você habilitar o recurso para uma determinada máquina virtual, o Hyper-V é capaz de gerenciar dinamicamente a quantidade de memória que o servidor irá usar, entregando mais ou menos memória do host para o sistema operacional presente na máquina virtual. Assim, torna-se possível aumentar a quantidade de máquinas virtuais presentes num mesmo host,

Quanto ao Remote FX, trata-se de uma recurso que visa melhorar a experiência de máquinas virtuais baseadas no Windows 7 quando pensamos em uma solução de VDI. Além disso, através deste recurso torna-se possível pensar em ter o mapeamento de dispositivos USB interagindo com a máquina virtual.

Bem, este foi um breve resumo destes dois recursos. Para obter mais informações sobre o Hyper-V Server, clique aqui. Para saber mais sobre o Dynamic Memory, clique aqui. Se quiser saber mais sobre o Remote FX, clique aqui.

Se você gostou de tudo o que leu e quiiser testar o Hyper-V Server, faça o download gratuito do produto aqui. Lembre-se que não é um produto de avaliação. Trata-se de uma versão completa do produto.

Um abraço e até a próxima!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s