Arquivo da categoria ‘Windows 8’

Olá, pessoal!

Muitos de vocês já devem ter percebido que a Microsoft liberou, recentemente, a nova versão do Windows 8, denominada Windows 8.1.

Esta nova versão do sistema operacional cliente da Microsoft possui uma série de ajustes que foram baseados no feedback dos usuários do Windows 8 desde o seu lançamento.

Assim, diversos aspéctos que incomodaram a quem viu o Windows 8 pela primeira vez, foram ajustados para melhorar a experiência de quem está começando a trabalhar com este sistema operacional.

Antes que perguntem, não, o menu Iniciar não voltou ao que era antes. Na Barra de Tarefas você até encontra um botão Iniciar, mas, ao clicar nele, você irá perceber que o menu Iniciar lançado com o Windows 8 RTM está lá novamente.

Quanto à isso, caro leitor, tenho a dizer apenas o seguinte: É questão de costume. O novo menu, por incrível que pareça, é mais simples de usar do que o menu antigo.

Por mais que as pessoas reclamem, a Microsoft tem razão quando disse que o menu Iniciar era pouco usado. A maioria das pessoas (estou me referindo aos usuários mesmo), não usavam o botão Iniciar. Na prática, as pessoas fixavam aquilo que gostavam, ou na Barra de tarefas, ou na Área de Trabalho do sistema. E quando se deparavam com algo que não estivessem colocado em um destes lugares, clicavam no botão Iniciar e digitavam o nome do que estavam buscando.

Essa experiência continua exatamente da mesma forma (até mesmo para alguns profissionais de TI que conheço). A questão é que mudou, e a palavra “mudança” causa resistência em algumas pessoas. Apesar disso, ficou mais fácil.

Bem, para aqueles que querem atualizar para a nova versão partindo do Windows 8 RTM, existem dois caminhos: Um com emoção e outro sem emoção.

O caminho sem emoção é bem simples, e consiste em atualizar o sistema usando a opção disponível na própria Windows Store.

Agora, existem alguns casos em que a pessoa está usando o Windows 8.1 Preview e/ou pessoas cujo sistema, apesar de ter instalada a versão RTM, não apresenta a possibilidade de upgrade a partir da Windows Store.

Nestes casos, nem mesmo usando a mídia de instalação do Windows 8.1 você consegue resolver este problema, pois a opção que o sistema apresenta é a de salvar os seus arquivos, mas fazer uma nova instalação do Windows, o que implica em instalar todas as suas aplicações novamente.

Bem, se você está lendo este post e está se identificando com este cenário, talvez eu tenha a solução para o seu caso.

Vamos às nossas possibilidades:

Windows RT

Se você é um sortudo que está aqui no Brasil e conseguiu um Surface baseado em procesador ARM e, consequentemente, está com o Windows RT, existem as seguintes questões que podem lhe impedir de fazer esta atualização com sucesso: 1) Você aplicou um language pack para traduzir o sistema para o Português – Brasil; 2) Você está usando o Windows RT 8.1 Preview.

Para a questão do Language Pack, existe a grande possibilidade de você não obter sucesso durante essa migração sem remover o mesmo primeiro. Ou seja, remova o Language Pack e deixe o sistema no idioma em que você o encontrou. Ou seja, pensando em um Windows RT, provavelmente, ele estava em Inglês.

Apesar dos rumores de que seria possível atualizar o sistema da versão Preview para a versão RTM, isso não aconteceu (pelo menos, comigo não rsrs). E, no caso do Windows RT a coisa fica mais complicada ainda, pois, neste cenário, o único jeito de conseguir fazer novo software entrar no sistema é usando a Windows Store. Ou seja, não tinha nem como pensar em usar o kit de instalação do Windows 8.1

Visto isso, se você está usando o Windows 8 RTM e a única questão é que você aplicou o language pack e tente novamente fazer a atualização usando a Windows Store. Provavelmente você terá sucesso.

Agora, se você aplicou o Windows 8.1 Preview, infelizmente a sua única opção será mesmo a de “resetar” o seu aparelho. Assim, faça o backup de suas configurações, restaure o sistema para as suas configurações originais e tente fazer a atualização novamente.

Depois que o sistema tiver sido restaurado, você poderá entrar na Windows Store e tentar novamente aplicar a atualização. É bem provável que vcê tenha sucesso.

Apesar dos pesares, quando tive que fazer isso, em função de estar usando a opção de fazer o backup das minhas configurações para o Skydrive, quando restaurei o sistema para as configurações originiais e inseri novamente o meu Live ID, tudo voltou ao que estava antes, incluindo as aplicações previamente instaladas.

Windows 8 RTM

Se você está lendo esta parte do artigo, é porque o seu caso não é com o Windows RT. Apesar disso, os motivos que podem lhe impedir de fazer uma atualização bem-sucedida são, basicamente, os mesmos problemas que poderiam impedir esta atualização no caso anterior (Windows RT). Acrescido à isso, tem a questão também das atuaiizações. Antes de começar, certifique-se de que você está com todas as atualizações disponibilizadas pelo Microsoft Update aplicadas.

Vale ressaltar aqui que quando você está em um ambiente corporativo, existe a possibilidade do seu sistema estar configurado para baixar as atualizações do WSUS existente no ambiente e, assim, é possível que nem todas as atualizações tenham sido aprovadas pelo seu administrador. Neste caso, obtenha com o mesmo a autorização necessária para poder aplicar as demais atualizações que não tenham sido distribuídas via WSUS.

Bem, uma vez que você esteja com o sistema atualizado, a melhor maneira de prosseguir com a atualização é usando a mídia de instalação do Windows 8.1. Ou seja, se você estiver tentando fazer a atualização de alguma outra forma e está recebendo a informação de que o assistente irá manter os seus arquivos, mas que será necessário reinstalar todas as aplicações, o único meio que conheço de sair dessa situação é usando o programa de instalação do Windows 8.1.

O problema se manifesta, porque  o assistente de instalação faz uma validação da versão do Windows que se encontra no seu sistema. Se não for uma versão específica, ele só te dá a opção de reinstalar tudo.

Para resolver, deve fazzer o seguinte:

  • Copie o conteúdo da mídia de instalação do Windows para uma pasta na raíz da unidade C do seu sistema.
  • Feito isso, abra a pasta para onde fez a cópia. Depois disso, abra a pasta Sources.
  • Dentro desta pasta, você irá encontrar um arquivo chamado cversion.ini. Este arquivo é o responsável por determinar qual é a versão mínima do sistema para que o programa de instalação entenda que é possível atualizar o sistema preservando as aplicações instaladas. A solução consiste em editar estas informações, de forma que o programa de instalação entenda que a versão que você está executando (a Preview, por exemplo), é a versão que permite este tipo de upgrade. No caso, altere a versão para 9431.0, como mostra a próxima figura.

Artigo

Pronto! Agora salve e feche o arquivo.

Com isso, execute agora o arquivo setup.exe que se encontra na raíz da pasta que você copiou. Aqui vale uma observação: Existem outras versões do Setup.exe dentro do kit de instalação do Windows. Se você executar a versão errada, o programa de instalação, em um dado momento, irá lhe apresentar uma mensagem de erro pedindo que você o execute novamente usando a versão que se encontra na raíz da mídia de instalação (no caso, do conteúdo copiado para o seu computador).

Depois disso, tudo funciona como esperado e o seu sistema será atualizado sem a necessidade de reinstalar as aplicações.

Conclusão

Como vocês puderam observar, “enganar” o programa de instalação não é difícil. Apesar disso, vi que algumas de minhas aplicações metro nativas (Skydrive, por exemplo) pararam de funcionar corretamente depois dessa atualização, de forma que penso se não era por isso que o programa de instalação informava que teria que instalar tudo novamente.

Este problema, porém, não foi apresentado com as aplicações desktop. Neste caso, todas elas funcionaram perfeitamente.

Visto isso, acho que o procedimento vale a pena. O tempo que você levaria reinstalando tudo, seria muito maior. Com certeza. E, caso você tenha problemas com alguma aplicação, se este for o caso, sim, infelizmente você precisará fazer um backup dos seus dados e reinstalar o sistema juntamente com as aplicações.

Pelas pesquisas que fiz, não vi ninguém neste cenário e, sendo assim, acho que você pode tentar.

Bem, vamos ficando por aqui. espero ter conseguido ajudar!

Até a próxima, pessoal!

Instalando o Windows 8

Publicado: 4 de março de 2012 em Microsoft, MIVP, TechEdBR, Windows 7, Windows 8

Bom dia, Galera!

Como todos sabem, a Microsoft disponibilizou, publicamente, a versão de avaliação para consumidores do Windows 8. Se você ainda não fez o download desta nova versão, faça agora mesmo clicando aqui.

Bem, depois de fazer o download, você irá instalar o novo sistema, certo? Você pode fazer isso em uma máquina virtual, ou em uma máquina física.

Se você pretende configurar o Windows 8 em uma máquina física com uma configuração de dual boot com o Windows 7, é possível fazer também a instalação baseada em VHD, o que facilita o processo de configuração do disco real do sistema (não será necessário reparticionar o disco).

Instalando o sistema

Independendo de como você irá preferir iniciar os seus testes, você irá iniciar o sistema com a mídia de instalação do Windows 8. Você irá perceber que não existem muitas diferenças (além das visuais) nesta primeira etapa do programa de instalação.

Sendo assim, na primeira tela, escolha o idioma de instalação (disponível, inicialmente, em inglês), formato de data e hora e o layout do teclado.

SNAGHTMLdb6f869

Como não estamos focando, neste post, na recuperação de desastres, na próxima tela, basta clicar em Install Now.

image

Na sequência, entre com a chave obtida durante o registro para o download do Windows 8.

image

Como não poderia deixar de ser, o EULA deve ser aceito se você pretende continuar com o processo de instalação.

SNAGHTMLdc58389

Agora você deve selecionar o tipo de instalação. Ou seja, você deve informar se irá realizar uma atualização ou se fará uma instalação nova. Como a nossa condição é a segunda, iremos clicar na opção Custom: Install Windows only (advanced).

image

A tela de configuração do disco é exibida. Para o nosso cenário, iremos clicar apenas no Next, para que o assistente uitilize as configurações padrão.

image

Vale ressaltar que ainda será possível acionar o prompt de comandos, caso precise executar algum tipo de alteração no sistema antes de prosseguir usando a combinação de teclas <SHIFT> + <F10>

image

Nesta etapa do programa de instalação, não podemos interferir mais.

image

Finalizada esta etapa, começa a parte do assistente que não é igual ao que conhecemos no Windows 7. Ou seja, você irá começar a ver alguns dos recursos disponibilizados pela nova interface Metro, que vem gerando tantos comentários do público.

Nesta primeria tela, o assistente pergunta qual o nome que o computador irá usar e qual será a sua cor de base.

image

Na tela seguinte, o assistente pergunta se você irá usar as configurações expressas, ou se deseja personalizar a instalação. Como queremos ver as opções disponíveis, vamos marcar a opção Customize (Personalizar).

image

O Assistente precisa saber como será o relacionamento do seu sistema com o ambiente de rede onde o mesmo se encontra. Se você selecionar a opção Yes, turn on sharing and connect to devices, o Windows será configurado como o equivalente no perfil de rede existente no Windows 7 conhecido como Rede doméstica. Ou seja, o Firewall do Windows será configurado com as excessões mais comuns em ambientes desse tipo. Se você escolher a opção No, don’t turn on sharing or connect to devices, o assistente irá habilitar o equivalente ao perfil público do Windows 7. Ou seja, o Firewall do Windows será configurado para não permitir excessões, o que é ideal quando estamos em um ambiente de rede pública.

Para o nosso cenário, iremos habilitar a primeira opção, uma vez que este sistema está sendo instalado em um ambiente doméstico.

image

Na tela seguinte, o sistema pergunta como será feita a instalação de atualizações, drivers de dispositivos e como os recursos do Internet Explorer relacionados à segurança serão ajustados. Irei manter as configurações padrão, que são as mais seguras.

image

Agora o assistente pergunta como você deseja enviar informações que podem ajudar a Microsoft a melhorar o produto. Mais uma vez, irei manter as opções padrão, mas você pode reparar que é possível desativar qualquer uma das opções presentes.

image

Aqui você define como o sistema poderá buscar soluções para os problemas que forem encontrados com as aplicações. Entre outras coisas, você pode definir, por exemplo, se os sites que tiverem problemas de exibição no novo Internet Explorer, poderão ser incluídos em uma lista de compatibilidade de sites pública da Microsoft, de forma que outras pessoas não tenham os mesmos tipos de problemas. Adicionalmente, o assistente pergunta sebre o compartilhamento de informações sobre o seu computador e as aplicações. Quem já está acostumado com o Windows Phone já viu estas configurações, onde a aplicação pergunat se pode usar, por exemplo, as suas informações sobre localização para permitir que o programa funcione. Isso é importante para aplicações que, por exemplo, precisam saber a sua localização via GPS com o objetivo de exibir informações relacionadas à serviços (restaurantes) próximos em um aplicativo de turismo, por exemplo.

image

Como existe uma integração entre o Windows 8 e a Live, o assistente pergunta qual é o Live ID que você deseja associar ao sistema. Fazendo isso, a integração entre XBOX 360, Windows Phone e o seu sistema passa a ser completa, uma vez que estes sistemas irão usar uma base centralizada de informações. Obviamente, caso você não queira fazer essa integração, isso é possível.

image

Como eu optei por fazer a integração, repare que o sistema já me pergunta as credenciais de acesso à conta do Windows Live. Como o sistema já está conectado com a Internet (usando as configurações escolhidas para o perfil do Firewall do Windows anteriormente), repare que a tela já está em português, pois se trata de uma tela enviada pelo meu perfil do Windows Live onde o idioma está em português.

image

Sendo assim, na tela seguinte o sistema pede algumas informações relacionadas à possibilidade de redefinição da senha do Windows Live usando o seu computador. Depois de inserir estas informações, você irá receber um e-mail do Windows Live perguntando se você deseja adicionar este sistema como um computador seguro. Somente com esta confirmação será possível efetivar as configurações realizadas aqui.

image

Pronto! Agora é só aguardar o logon no sistema.

image

Depois de alguns instantes, a interface Metro é exibida.

image

Se quiser visualizar o desktop, basta clicar em desktop.

image

Agora, quando você reinicializa o sistema, você será direcionado para a tela seguinte.

image

Nela, você deve arrastar a tela para cima (como fazemos na Lockscreen do Windows Phone) para ter acesso à tela de logon.

Conclusão.

O processo de instalação do Windows 8 é bem sismples, e quem já está acostumado a instalar o Windows 7 não terá grandes dificuldades.

Além disso, ficou nítida a intenção da Microsoft em integrar o Windows com aquilo que encontramos no Windows Phone e no XBOX 360. Ou seja, é muito fácil começar a usar qualquer um destes sistemas, simplesmente porque a síntese de navegação nos recursos é exatamente a mesma. Quando tivermos tablets equipados com o Windows 8 na versão RTM, essa integração será maior ainda para a experiência do usuário.

Visto isso, o que você está esperando para testar o novo sistema?

Um abraço e até a próxima!